Arquitetura hospitalar em Portugal nos alvores da Modernidade:
identificação, caraterização e contextualização

13.ª International Network for the History of Hospitals Conference

13.ª International Network for the History of Hospitals Conference

A International Network for the History of Hospitals (IHNN) e os projetos de investigação “Hospitalis: arquitetura hospitalar em Portugal nos Alvores da Modernidade” (https://projecthospitalis.net/) e “Hospital Real de Todos os Santos: a cidade e a saúde” divulgam o call for papers para a Conferência Internacional Space and the Hospital, que decorrerá em Lisboa (Portugal), de 26 a 28 de maio de 2021.
O espaço, nas suas manifestações física e conceptual, tem desempenhado um papel relevante na forma como os hospitais têm sido concebidos, construídos, usados e entendidos no contexto de uma comunidade mais ampla. Ao focar-se no tema do espaço, esta conferência procura explorar o tópico tendo em conta as suas conceptualizações arquitetónicas, sócio-culturais, médicas, económicas, caritativas, ideológicas e públicas.

read more…

Simpósio Internacional «O testemunho da história: para viver e superar a epidemia no presente»

Simpósio Internacional «O testemunho da história: para viver e superar a epidemia no presente»

Simpósio Internacional
O TESTEMUNHO DA HISTÓRIA: PARA VIVER E SUPERAR A EPIDEMIA NO PRESENTE

18 e 19 de junho, 17h30-19h00

Este seminário pretende ser um espaço de partilha de conhecimento sobre a temática das epidemias, em diferentes contextos geográficos, nacionais e estrangeiros, circunscrevendo-se às Idades Média Moderna, procurando constituir uma ponte entre o passado e o presente.
Será realizado em dois dias e composto por breves apresentações (10 min.) realizadas por investigadores convidados, seguidas de debate, e  aberto a todos os interessados em participar.

O evento será transmitido pelo canal do Youtube do CHAM.

PROGRAMA.

Para fazer o download do cartaz clique aqui.

read more…

Projeto

Calendarização: 1 de outubro de 2018 a 30 de setembro de 2021

 

Breve descrição

“HOSPITALIS – Arquitetura hospitalar em Portugal nos alvores da Modernidade: identificação, caraterização e contextualização” (PTDC/ART-HIS/30808/2017) é um projeto de investigação que pretende estudar de forma global e sistemática o fenómeno da arquitetura hospitalar portuguesa, de finais do séculos XV a meados do século XVI, e propor formas de difusão e valorização desta tipologia patrimonial.

Os hospitais pela rede que constituíram pelo papel social que desempenharam na sociedade de alvores da Modernidade e ainda pela particularidade arquitetónica de aliarem à componente estética uma vertente fortemente funcional, são um objeto de estudo muito relevante.

Todavia, o tema da arquitetura hospitalar portuguesa medieval e moderna encontra-se praticamente inédito no contexto da historiografia da arte portuguesa, por isso a necessidade de o estudar o número de exemplares existentes e subsistentes, das suas características arquitetónico-artísticas, mecenas e mestres/arquitetos, e relação com outras tipologias arquitectónicas.

 

Apresentação

O projeto “HOSPITALIS – Arquitetura hospitalar em Portugal nos alvores da Modernidade: identificação, caraterização e contextualização” (PTDC/ART-HIS/30808/2017) pretende estudar de forma global e sistemática o fenómeno da arquitetura hospitalar edificada em território português na transição da Idade Média para a Idade Moderna (entre os séculos XV e XVI) e constituir-se como uma metodologia de valorização patrimonial que integra diferentes etapas: inventário, caracterização, análise, virtualização, contextualização, difusão.

O tema da arquitetura hospitalar portuguesa encontra-se praticamente inexplorado e totalmente inédito para o período cronológico que o projeto propõe abordar; período fundamental para a compreensão da evolução da prática da saúde e da assistência. De igual modo, a abordagem sistemática e globalizante à problemática é igualmente inovadora, como ficará patente na revisão da literatura.

Desconhece-se o número ainda que aproximado destes edifícios, pois o simples levantamento está por fazer, no entanto, pensamos que constituiriam uma ampla rede, dispersa territorialmente, dada a enorme importância que as instituições hospitalares detinham no contextos das sociedades medievais e pré-modernas. Como tal, e porque aliam uma forte componente funcional à arquitectónico-artística, revelam-se obras muito interessantes de estudar; os vestígios arquitectónicos, atualmente existentes, devem rondar a três dezenas e são representativos das principais correntes estéticas da época e das dinâmicas artísticas locais. A par destes, existe um outro conjunto de edifícios que, por circunstâncias várias, já não existe, mas relativamente aos quais dispomos de descrições que permitem fazer a sua reconstituição virtual e assim contribuir para a definição mais precisa do quadro da arquitetura hospitalar dos alvores da modernidade.

Partiremos de um levantamento exaustivo dos diferentes espaços com funções hospitalares, para procedermos à individualização dos edifícios que se assumiram como unidades arquitectónicas autónomas, de que existam evidências materiais e/ou documentais. Estes serão identificados e analisados individualmente, independentemente das instituições que os tutelam e/ou gerem, procurando a definição global das características arquitetónicas e artísticas deste tipologia arquitectónica, relacionando-as com critérios funcionais e estéticos, mas também com a evolução do conceito de assistência, do quotidiano administrativo e da prática da medicina e da enfermagem; tencionamos, igualmente, proceder ao seu enquadramento no contexto da arquitetura da saúde sul europeia.

Abordando a arquitetura hospitalar em Portugal como fenómeno total e multi-dimensional, procurar-se-á contribuir para o conhecimento e valorização da história da arquitetura e do património português, em relação com a realidade europeia, e possibilitar a sua afirmação como potencial recurso para a divulgação e valorização patrimonial e diversificação da oferta turística.

 

 

Objetivos gerais

Proporcionar um conhecimento rigoroso e aprofundado sobre o fenómeno da arquitetura hospitalar edificada em Portugal na transição da Idade Média para a Idade Moderna; conhecimento esse que possibilitará a integração desta realidade nacional num contexto europeu, de incidência mediterrânica.

Contribuir para a reflexão sobre a arquitetura dos hospitais portugueses numa perspectiva globalizante, partindo da caracterização do espaço hospitalar. para nos focarmos na análise e caracterização do hospital enquanto unidade arquitetónica autónoma.

Possibilitar a identificação e valorização dos bens patrimoniais de natureza assistencial, em geral, e hospitalar, em particular, existentes em Portugal; a produção conhecimento científico deverá servir de suporte a ações de conservação, valorização e divulgação dos conjuntos hospitalares que ainda subsistem, promovendo o seu usufruto público através da musealização ou da interpretação patrimonial.

 

Objetivos específicos

Identificação dos espaços com funções hospitalares existentes em Portugal entre os séculos XV e XVI, de modo a definir diferentes tipologias e a proceder à sua caracterização. 

Análise histórico-arquitectónica dos edifícios hospitalares, que se assumam como unidades arquitectónicas autónomas, de que existam evidências materiais e/ou documentais suscetíveis de análise: mapeamento, caracterização institucional, resenha histórica, caracterização funcional e estética.

Sistematização das características da arquitetura hospitalar portuguesa e enquadramento no âmbito das principais problemáticas que as determinam: funcionalidade, gosto, cultura arquitectónica, mecenatismo, história da medicina e da enfermagem, teoria e prática da assistência, culto e espiritualidade, administração e gestão, quotidiano e práticas sociais, identidade institucional.

Enquadrar a arquitetura hospitalar produzida em Portugal no contexto das suas congéneres europeias; procurando convergências e divergências de modo a definir formas identitárias da arquitetura portuguesa.

Elaboração de um corpus dos edifícios objeto de análise neste projeto, integrando elementos de carácter histórico-artístico, documentais, gráficos, iconográficos e cartográficos, incluindo reconstituições virtuais de base documental.

Promover a disseminação do conhecimento científico, nomeadamente disponibilizando digitalmente alguns dos produtos resultado deste projeto e concebendo materiais acessíveis ao público não especializado.

 

 

Investigadores

 

  • Ana Valéria Barro (Universidade Federal do Pará, Brasil)
  • Antoni Conejo da Pena (Universidad de Barcelona, Espanha)
  • Augusto Moutinho Borges (Universidade de Lisboa, Portugal)
  • Beatriz Lobato (Universidade Federal do Pará)
  • Bernardo d’Orey Manoel (Universidade Lusíada de Lisboa, Portugal)
  • Cybelle Salvador Miranda (Universidade Federal do Pará, Brasil)
  • Danielle Abdon (Temple University, EUA)
  • Fernando Villaseñor (Universidad de Cantabria, Espanha)
  • Lina Oliveira (Universidade de Lisboa, Portugal)
  • Patrícia Alho (Universidade de Lisboa, Portugal)
  • Pol Bridgewater Mateu (Universidad de Barcelona, Espanha)
  • Raúl Villagrasa (Consejo Superior de Investigaciones Científicas, Espanha)
  • Renato Pistola (Universidade de Lisboa, Portugal)
  • Ricardo J. Nunes da Silva (Instituto Politécnico de Castelo Branco/Universidade de Lisboa, Portugal)
  • Vera Magalhães (Universidade de Coimbra, Portugal)

 

Consultores

  • Angela Madrid y Medina (CECEL – CSIC, Espanha)
  • Annemarie Kinzelbach (Technische Universität München, Alemanha)
  • Fabio Gabbrielli (Uiniversità di Siena, Itália)
  • Isabel dos Guimarães Sá (Universidade do Minho, Portugal)
  • Jaime E. Bortz (Universidad de Buenos Aires, Argentina)
  • John Henderson (Birkbeck – University of London, Inglaterra)
  • Maria Antónia Lopes (Universidade de Coimbra, Portugal)
  • Michele Peregrini (Uiniversità di Siena, Itália)
  • Patrícia Monteiro (universidade de Lisboa, Portugal)
  • Renato Gama Rosa (Fiocruz, Brasil)
  • Ronaldo Marques de Carvalho (Universidade Federal do Pará, Brasil) 

Instituição de acolhimento

IECCPMA – Instituto Europeu de Ciências da Cultura Padre Manuel Antunes

Instituição associada

ARTIS – Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

Instituições colaboradoras

CIDH – Cátedra Infante D. Henrique para os Estudos Insulares Atlânticos e a Globalização (Universidade Aberta, Portugal)

CITAD – Centro de Investigação em Território, Arquitetura e Design (Universidade Lusíada de Lisboa, Portugal)

CLEPUL – Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias (Universidade de Lisboa, Portugal)

LAMEMO – Laboratório de Memória e Património Cultural (Universidade Federal do Pará, Brasil)

Red Temática de Investigación Cooperativa sobre el Arte Tardogótico 

Recursos

Atividades

13.ª International Network for the History of Hospitals Conference

13.ª International Network for the History of Hospitals Conference

A International Network for the History of Hospitals (IHNN) e os projetos de investigação “Hospitalis: arquitetura hospitalar em Portugal nos Alvores da Modernidade” (https://projecthospitalis.net/) e “Hospital Real de Todos os Santos: a cidade e a saúde” divulgam o call for papers para a Conferência Internacional Space and the Hospital, que decorrerá em Lisboa (Portugal), de 26 a 28 de maio de 2021.
O espaço, nas suas manifestações física e conceptual, tem desempenhado um papel relevante na forma como os hospitais têm sido concebidos, construídos, usados e entendidos no contexto de uma comunidade mais ampla. Ao focar-se no tema do espaço, esta conferência procura explorar o tópico tendo em conta as suas conceptualizações arquitetónicas, sócio-culturais, médicas, económicas, caritativas, ideológicas e públicas.

read more…

Simpósio Internacional «O testemunho da história: para viver e superar a epidemia no presente»

Simpósio Internacional «O testemunho da história: para viver e superar a epidemia no presente»

Simpósio Internacional
O TESTEMUNHO DA HISTÓRIA: PARA VIVER E SUPERAR A EPIDEMIA NO PRESENTE

18 e 19 de junho, 17h30-19h00

Este seminário pretende ser um espaço de partilha de conhecimento sobre a temática das epidemias, em diferentes contextos geográficos, nacionais e estrangeiros, circunscrevendo-se às Idades Média Moderna, procurando constituir uma ponte entre o passado e o presente.
Será realizado em dois dias e composto por breves apresentações (10 min.) realizadas por investigadores convidados, seguidas de debate, e  aberto a todos os interessados em participar.

O evento será transmitido pelo canal do Youtube do CHAM.

PROGRAMA.

Para fazer o download do cartaz clique aqui.

read more…

Hospitais e o universo da escrita (séculos XV-XVI)

Hospitais e o universo da escrita (séculos XV-XVI)

El proyecto Scripta manent. Conservar para dominar: el archivo nobiliario de los Velasco (HAR2016-77423-R) organiza el día 19 de noviembre de 2019 el seminario “Hospitals and the Universe of Writing (15th-16th centuries)” en el que intervendrán Nicole R. Rice (St. John’s University-Nueva York) y Salvatore Marino (Universidad de Barcelona).

read more…

Financiamento

Fundação para a Ciência e a Tecnologia (PTDC/ART-HIS/30808/2017)